ENQUANTO O MUNDO SOFRE PELA PANDEMIA, DESMATAMENTO NA AMAZÔNIA INTENSIFICA.

O coronavírus se tornou uma preocupação quase da humanidade, mas enquanto isso o desmatamento na Amazônia brasileira se intensificou, aumentando os temores de que se repitam – ou inclusive se superam com folga – os índices recorde de devastação registrados no ano passado. Nos primeiros quatro meses de 2020 foram desmatados 1.202 km2 de floresta amazônica – área correspondente a duas vezes a cidade de Santiago do Chile -, segundo dados de satélite divulgados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Isso representa um aumento de 55% em comparação com o mesmo período do ano passado e a maior cifra para os primeiros quatro meses de um ano desde o início da série histórica, em agosto de 2015.

Os números trazem novos questionamentos sobre como o Brasil está protegendo a Amazônia legal durante a gestão do presidente Jair Bolsonaro, um cético das mudanças climáticas que defende a abertura de terras protegidas para a mineração e a pecuária.Em 2019, no primeiro ano de Bolsonaro no poder, o desmatamento na Amazônia teve um aumento de 85%, devastando 10.123 km2 de floresta. Esta perda causou alarme mundial sobre o futuro da maior floresta tropical do mundo, considerada vital para o equilíbrio do clima no planeta. 

A destruição foi impulsionada por incêndios florestais que alcançaram novos recordes e se espalharam mata adentro entre maio e outubro, assim como pelo desmatamento ilegal, a mineração e a pecuária em terras protegidas.A tendência para 2020 se anuncia preocupante, visto que as atividades de desmatamento costumam se intensificar a partir do fim de maio.  

https://domtotal.com/noticia/1443294/2020/05/enquanto-o-mundo-sofre-pela-pandemia-desmatamento-na-amazonia-intensifica/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: