Quem realmente está perdendo com as queimadas ?

Foto: Revista Galileu

Incêndios ambientais são altamente perigosos para o equilíbrio do ecossistema onde ocorrem, pois atinge tanto fauna quanto flora podendo até extinguir espécies, caso elas forem endêmicas daquele local, levando a perda de biodiversidade e trazendo uma série de problemas, que estão longe de ficarem reclusos a esfera ambiental, atingindo e muito à esfera social.

No solo as queimadas se mostram como um grande problema ambiental e humanitário visto que ao queimar o material vegetal continuamente provoca-se uma erosão e a escassez de nutrientes no solo, tornando-o infértil, levando muitas vezes à comunidades locais a perda de sua forma de sustento, como a coleta e/ou plantio familiar. O que agropecuaristas, na esperança de limparem a área de modo mais fácil, rápido e barato, não percebem ao iniciarem esses incêndios ilegais é que estão prejudicando a si próprios pois levará a eles despender muito dinheiro para fertiliza-lo novamente. 

A poluição no ar se mostra como um dos principais problemas que atingem a vida humana quando há um incêndio ambiental, o IEPS (Instituto de Estudos para Políticas de Saúde) avaliou as correlações entre as queimadas e o aumento dos casos de doenças respiratórias, ao qual foi comprovado visto que os picos de casos de problemas respiratórios é atingido no mesmo tempo que houve o registro de confirmação de queimadas, nos meses mais secos é um período de certeza dessa problemática já que a ocorrência dos incêndios neste período se mostra constante.

Com a queima de vegetais, principalmente árvores de grande porte, há prejuízos com o armazenamento de carbono, explicando basicamente o conceito é o fato de árvores absorvem carbono do ambiente e retê-lo em sua estrutura vegetal armazenando-o, portanto quando se queima um vegetal você está liberando esse carbono para a atmosfera; o problema se reside quando se faz isso em uma floresta inteira há a liberação de uma quantia colossal de carbono agravando o aquecimento global.

Queimadas do pantanal 

As queimadas do pantanal vem aumentando gradativamente, isso  ocorre por meio das ações humanas, sejam elas criminosas ou acidentais. O pantanal é um bioma rico em biodiversidade em fauna e flora e por consequências das queimadas esse bioma vem sendo destruído em prol ao aumento das atividades agrícolas e pecuárias. Para a  obtenção dessas atividades é necessário que haja o desmatamento a fim de formar pastagens, através das queimadas, na tentativa de adubagem e  preparo do solo para formação dos pastos. Essas práticas geram resultados nocivos à saúde humana e trazem malefícios para a natureza. Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), as queimadas na região do Pantanal brasileiro aumentaram 210% em 2020, quando comparado ao mesmo período do ano de 2019. Considerando o período de janeiro a setembro de 2019, foram registrados 4660 focos de incêndio, em 2020, foram registrados 14.489 focos. Até então, o recorde era de 12.536 focos de incêndio, no ano de 2015, fato esse superado nos sete primeiros meses de 2020.

As consequências das queimadas antrópicas, só trazem aspectos negativos, e na região do Pantanal esse fator não é diferente. Aves, répteis, mamíferos, peixes e insetos, sofrem com a ocorrência das queimadas. Devido o desequilíbrio do ecossistema o clima do bioma é alterado, principalmente no que tange a chuvas. Outros efeitos negativos das queimadas ficam por conta do empobrecimento dos solos e também aumenta os gases que contribuem para o agravamento do efeito estufa, o que se explica o aquecimento da terra, deixando os dias mais calorosos.

Serra do cipó

 A serra do cipó é um distrito do município brasileiro de Santana do Riacho, no interior do estado de Minas Gerais. Nessa região ocorreram queimadas no parque nacional desse distrito e por consequência disso os moradores sentiram um agravamento de problemas respiratórios, afetando até mesmo pessoas que não apresentavam doenças respiratórias devido a exposição continua a fumaça causa pelo incêndio. Segundo o Corpo de Bombeiros, 25 militares e 23 brigadistas se dividiram em quatro frentes de trabalho para o combate às chamas,os trabalhos receberam o apoio do helicóptero arcanjo.

Os efeitos nocivos das queimadas são análogos ao que acontece no caso da poluição atmosférica originada de veículos, quando há combustão de material orgânico, que acaba ficando suspenso no ar em forma particulada. Estudos que comprovam essa relação foram feitos, por exemplo, observando a queima de cana de açúcar em propriedades no interior de São Paulo. Para quem já apresenta comorbidades, a exposição à fumaça agrava problemas como asma, enfisema, bronquite crônica, fibrose pulmonar, além de problemas cardíacos, como arritmia e infarto do miocárdio, e neurológicos, como o acidente vascular cerebral (AVC). Pessoas que já têm esses problemas podem rapidamente entrar em crise. Quem não tem, pode desenvolver, isso acontece porque as partículas presentes na fumaça são formadas de compostos químicos que, ao serem inalados, afetam o sistema respiratório, prejudicando as trocas gasosas (oxigênio/gás carbônico).

Cerrado

O cerrado possui uma característica peculiar que é a ocorrência de queimadas naturais, que devido ao ambiente com baixa umidade uma fagulha pode ser produzida por um raio, por atrito de elementos do ambiente ou até mesmo combustão espontânea; esses incêndios são importantíssimos para a manutenção desse bioma visto que há sementes que irão sair da dormência vegetativa com choque térmico, fertilizam o solo retirando a camada vegetativa que se encontrava e o mais surpreendente é que as árvores e arbustos dessa região não são atingidas pelo incêndio pois são adaptadas para as queimadas naturais com suas cascas grossas (biólogos que estudam o bioma acreditam que o formato retorcido deles é devido a isso). O que difere as queimadas naturais das queimadas antrópicas é a sua extensão, intensidade e em época não condizente; que não contribuem para a manutenção e equilíbrio do bioma.

Doenças Respiratórias, Pantanal, Serra-do-cipó, Cerrado.

#queimadas #pantanal #doencasrespiratorias #educação #meioambiente

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: